Meu nome é Gabriela Mosmann, sou economista formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Mestre e Doutoranda em Finanças também pela UFRGS.

Hoje já conquistei não apenas a minha liberdade financeira, mas a liberdade de poder trabalhar com o que gosto. A liberdade de compreender o que me cerca. E acima de tudo, a liberdade pelas escolhas e conquistas de todos os meus objetivos.

Bem, falar dos resultados é fácil. Sou muito orgulhosa de tudo que consegui conquistar na minha vida. Mas o caminho até aqui não foi fácil, e nenhum pouco simples.

Gostaria de dividir aqui, com você, um pouco da minha história e de como eu consegui chegar onde cheguei.

Sempre possui um interesse natural por economia e finanças, os quais me ajudaram a adquirir a minha liberdade financeira. Sobre esses assuntos eu sempre aprendi de forma natural, sem qualquer esforço. Além da área da minha formação, hoje eu estudo e leio por hobby sobre os mais variados assuntos. Me interesso sobre saúde, política, programação, curiosidades em geral e diversas nerdices.

Sou uma curiosa por natureza. Me questiono sobre tudo e vou atrás de respostas imediatamente. Faço dessa curiosidade um hábito saudável que me incentiva a buscar mais e mais conhecimentos.

Desde pequena fui uma pessoa com um grande desejo pela minha independência e desapegada a quase tudo. De certa forma, sempre busquei tomar minhas próprias decisões, seguir os caminhos que eu decidisse e da maneira que eu quisesse. Eu estava buscando a minha liberdade, mesmo que sem entender nada sobre a vida e sobre eu mesma. Era o meu instinto falando.

Se isso é algo bom? Depende…

O que garantiu que eu conseguisse seguir um caminho bom e que realmente fosse o que eu queria, foi uma simples característica minha. Ao longo da minha vida sempre fui muito entusiasmada com o novo, sempre estive aberta a escutar e debater sobre ideias e opiniões, sempre possui desejo de aprender.

Com o passar do tempo e com as lições que somente a vida ensina, eu fui conseguindo compreender o que realmente eu estava em busca e como obter isso.

Eu queria ser Livre. Livre em todas as formas, não apenas financeiramente ou profissionalmente. Desejava ter liberdade de compreensão, de tomar decisões, de poder pensar segundo as minhas próprias filosofias e ideais.

Tudo isso é tão simples quanto complexo. Afinal, o que é liberdade em si?

Liberdade, de uma forma geral, é definida como a condição de um indivíduo de não ser submetido ao domínio de outro, de poder dominar seus atos e pelo poder sobre si mesmo.  Alguém só é verdadeiramente livre quando tem a capacidade de escolher e compreender essas escolhas

Liberdade é poder decidir por si próprio.

A nossa capacidade de fazer escolhas define a nossa liberdade. A medida que construímos nossos conhecimentos, ampliamos nossas possibilidades e nossas capacidades de compreensão e interpretação. Somente através do conhecimento que as escolhas verdadeiras são feitas.

A busca pelo conhecimento cria liberdade.

Conhecimento é algo transformador, amplia nossos horizontes de pensamento e nossa capacidade de argumentação. Nos prepara para novas experiências, nos torna capazes de ajudar e compreender o que nos cerca, nos fornece melhor interpretação da realidade.

Sou completamente apaixonada pela sensação de liberdade. Esse sentimento que me levou a uma certa obsessão por auto conhecimento e desenvolvimento pessoal, além de constantemente alimentar a minha curiosidade. Desejos que apenas consegui suprir com o estudo.

A partir do estudo e do aprendizado que o conhecimento real é formado. Sou uma eterna defensora da educação, pois somente ela forma pessoas verdadeiramente livres.

O meu desejo por desenvolver melhores formas de conseguir construir e consolidar conhecimentos deram origem ao meu livro “Aprenda Agora!“. Nele conto como hoje eu me considero uma pessoa com liberdade para aprender o que eu quiser e sobre o que me interessar e como consegui construir uma vida em que estudar é um prazer e não uma obrigação. Consegui otimizar o meu tempo para ter resultados fantásticos e AINDA PODER APROVEITAR MUITO A VIDA!!!

Um pouco da minha vida!

“A alegria que se tem em pensar e aprender faz-nos pensar e aprender ainda mais.”

Aristóteles

Nasci em uma familia de classe média. Bem longe da pobreza e sem nunca passar necessidades. Mas a vida financeira da minha familia nunca foi fácil. Por mais que nunca tenha faltado comida na minha mesa, eu não tinha condições de fazer cursos entre curriculares, viagens e muito menos adquirir diversos supérfluos.

Minha família não poderia pagar para eu fazer uma faculdade. E na situação que conhecemos do pais, não ter uma faculdade dificulta muito conseguir um bom emprego. Consciente de que eu não poderia simplesmente aceitar essa situação, busquei desenvolver formas para aprender melhor e ter foco nos estudos, para assim conseguir entrar em uma faculdade pública.

Sucesso. Em 2009 fui aprovada no vestibular para ciências econômicas na UFRGS. Bem, mas o problema não estava resolvido ai. Nesse ano a minha familia passou por um momento de crise grave, e me encontrava sem condições de arcar com transporte e deslocamento para a universidade. A UFRGS fica em Porto Alegre e eu morava em outra cidade, Novo Hamburgo.

Sorte. Consegui o apoio financeiro de outros familiares, que acreditavam no meu potencial, para poder pagar essa despesa. Felizmente eu não teria que abrir mão da minha graduação por causa da crise.

Toda essa situação, de querer conquistar a minha independência, de conseguir ter a minha liberdade de escolha, liberdade de ir e vir, liberdade de fazer o que eu quisesse, e ainda por cima, poder auxiliar a minha familia a ter uma vida mais digna, tornou-se um desejo muito grande. Era algo que eu sabia que PRECISAVA realizar, eu não podia me dar por vencida por fatos da vida.

Logo quando ingressei na faculdade comecei a trabalhar. A rotina era torturante, mas era algo necessário para conquistar o que eu tanto queria. Eu acordava todos os dias as 5h da manha, para encarar quase duas horas de transito e deslocamento para outra cidade. Lá eu permanecia alterando entre trabalho e estudo, para depois de mais quase 2h poder retornar a minha casa por volta da meia noite.

Quanto tempo isso durou? quase cinco anos.

O que fez que eu suportasse todo esse processo? Eu tinha um plano muito bem definido.

Desde o meu primeiro salário eu sabia o caminho que eu teria que percorrer, e sabia que não seria fácil. Eu tinha conhecimento que aquela rotina não seria fácil e impossível de mante-la no longo prazo. Para isso eu estabeleci um planejamento para conseguir ter condições de me livrar daquilo, um plano para atingir a liberdade de trabalhar com o que eu quisesse, de estar onde eu desejasse e poder dar toda a segurança necessária para a minha familia. Acima de tudo, eu nunca mais queria ver eles passando nenhuma necessidade!

Eu comecei a estudar finanças pessoais e aplicar na pratica técnicas para economizar e investir das formas mais eficientes. Aos poucos fui aprimorando todo o conhecimento e colhendo os frutos da minha persistência.

Com o passar do tempo fui crescendo profissionalmente, o que me gerava mais renda. Tive condições de morar sozinha, pagar todas as minhas contas, ter dinheiro para investir e ainda dar suporte financeiro para a minha familia. Isso por causa de possuir um planejamento poderoso e que me possibilitava compreender como lidar com o meu dinheiro para conquistar os meus objetivos.

Consegui tanto êxito com o meu planejamento, que conquistei uma estabilidade em que pude pedir demissão e seguir atrás de vários sonhos. Tudo isso sem precisar me preocupar com o dinheiro. Encontrei um ponto de  equilíbrio onde eu sabia como manter o meu dinheiro trabalhando para mim, fazendo dele o meu empregado que cuidava da segurança financeira da minha família e que dava suporte aos meus sonhos.

Viajei muito e pude abrir mão de um trabalho com um alto salário para estudar! Coisas que para mim possuem muito significado.

Nestas palavras parece ter sido fácil. A grande imagem de um bom planejamento é assim, sucesso. Mas a dificuldade está nos pequenos momentos, no dia-a-dia. Vontade de desistir e todos os tipos de pensamento negativos eram constante na minha vida. Os tombos e decepções que a vida traz não são superados facilmente.

Eu não conheço ninguém que tenha chegado ao topo sem trabalho duro. Essa é receita. Nem sempre você vai chegar ao topo, mas vai chegar perto”

– Margaret Thatcher

Mas o que possibilita enfrentarmos e superarmos todas essas situações é ter um plano muito bem definido. O que faz que tenhamos persistência é entender muito bem os nossos verdadeiros objetivos.

O conhecimento financeiro é o que vai te possibilitar ter a sua liberdade para seguir em busca de todos os seus objetivos. Sejam os objetivos mais diversos que possa imaginar.

Currículo: Lattes, Linkedin