Entenda como ocorre a especulação e marcação a mercado com títulos público

O que são as expectativas de mercado?

Quando queremos falar sobre especulação, estamos falando sobre expectativas futuras. 

Tanto os mercados financeiros como as economias são movidos por expectativas. Isso pois os agentes (indivíduos ou instituições) tomam decisões baseadas nas suas esperanças (expectativas) sobre o futuro, o que vai acontecer. Esse agentes tem ideias, as quais podem fazer sentido ou não, sobre como as taxas, inflação e tantos outros fatores vão se comportar no decorrer do tempo.

Neste meio, muitos se especializam em realizar projeções para esses indicadores afim de apoiar as decisões que devem ser tomadas. De modo grosso, são analistas tentando “adivinhar” os movimentos do mercado. Claro, essas “adivinhações” na maior parte são realizadas por cálculos e modelos complexos, mas também podem ser feita do famoso palpite.

Essas expectativas são o que movimentam os valores dos títulos públicos e ações. 

No caso das ações já é algo que está bem definido na nossa mente. Se existem expectativas positivas para o crescimento de uma empresa e a economia está boa, as suas ações tenderão a subir, o contrário é verdadeiro.

Mas e agora, o que acontece com os títulos públicos? 

Bem, sabemos que se permanecermos até o vencimento com o título não haverá alterações devido às expectativas. Mas e se precisarmos, ou mesmo quisermos, resgatar esse título antes?

Aqui entra a Marcação a Mercado.

Ela consiste em atualizar o valor dos títulos para o valor do dia, ou seja pegar aquele seu título com vencimento daqui a 10 anos e atualizar o valor dele caso você fosse resgatar ele hoje. Essa “atualização” é feita segundo a uma taxa gerada pelas expectativas do mercado e é por isso que se você checar o seu título você talvez verá que os valores mudam diariamente e que as vezes a rentabilidade não estará de acordo com a contratada. 

Marcação a mercado é o preço que o mercado está pagando pelo título hoje.

Pense na sua casa, existe um preço de mercado pelo qual ela vale, correto? Ou mesmo o seu carro, a própria tabela FIPE te diz o preço de mercado que dele.

Para esses dois exemplos talvez você até consigo vende-los por preços acima dos de mercado, porém isso não é possível para ativos financeiros.

Mesmo que você não queira resgatar ele hoje, talvez exista alguém que queira, e para essa pessoa poder resgatar o seu título hoje a um preço “justo” esse título deve ser precificado segundo as expectativas do mercado.

Ok, e onde entra a especulação?

Especulação não é nada mais e nada menos do que apostar na valorização (ou desvalorização) de algum ativo financeiro com o objetivo de obter lucros. A especulação com títulos públicos é possível devido à marcação a mercado, afinal ninguém especula comprando um título publico e esperando o seu vencimento.

Um investidor pode adquirir um título público com a intenção de obter lucros acima dos contratados para o prazo de vencimento, isso se ele estiver apostando em alguma variações do cenário econômico.

De forma simplista: Para as taxas prefixadas temos que se a taxa SELIC subir, os preços dos títulos caem e se a SELIC cair, os preços sobem.

Facebook Comments