Finanças

O que é CDB? – Certificado de Depósito Bancário

O que é CDB? -Certificado de Depósito Bancário

Você já deve ter ouvido falar em CDB, mas com certeza deve possuir algumas dúvidas sobre. Essas três letras são a sigla para Certificado de Depósito Bancário.

Você provavelmente sabe que se trata de um investimento, mas o que você sabe além disso? Quais as características desse investimento e sobre o que você deve entender?

Neste artigo quero esclarecer as principais dúvidas sobre o assunto e apresentar o tema de forma clara.

O que é um CDB?

Como já citado, CDB é a sigla de Certificado de Depósito Bancário, um tipo de investimento que representa um empréstimo do investidor (você) para um banco, em que o banco paga juros como remuneração baseado em indexadores como o CDI e o IPCA. Este investimento é tributado por Imposto de Renda (IR) e Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

De forma simplificada, o CDB é que um título emitido pelos bancos, com a intenção de captar recursos (dinheiro). 

O que temos na prática é que os investidores emprestam dinheiro para bancos em troca de uma remuneração futura.

As instituições financeiras emitem CDBs pois com o dinheiro captados eles efetuam empréstimos ao seus clientes, por isso é muito interessante para elas emitirem esses títulos. Afinal elas cobram taxas muito mais altas pelos empréstimos que eles emitem do que as pagam pelos CDBs.

Essa diferença entre custo de captação – taxa que o banco paga para quem empresta o dinheiro pra eles – e a taxa que o banco cobra de quem empresta esse mesmo dinheiro é o chamado spread bancário”.

Quais os Risco Envolvidos?

Geralmente a aplicação em um CDB é algo muito seguro. Entretanto vale lembrar que o risco atrelado a esse investimento está ligado a reputação da instituição financeira que está emitindo o título. Investindo nessa aplicação você fica sujeito ao que se chama de “risco de crédito”, ou seja, a possibilidade da instituição financeira não pagar pelo empréstimo que recebeu.

Para entender melhor isso é simples, se você investir em um CDB do Itaú que é um grande banco, a chance é muito pequena de vicie nano receber o empréstimo de volta, afinal o risco do Itaú quebrar é muito pequeno, mas por outro lado, por ser um banco tão sólido muito pessoas vão querer CDBs dele, não? dessa forma você dificilmente encontrará CDBs dele com altas remunerações.

O contrario ocorre com pequenas instituições e que estão precisando de dinheiro. Esses bancos geralmente vão lançar CDBs com altos retornos, mas com maior risco atrelado!

Mas a boa noticia é que mesmo com esse risco, existe uma proteção: os CDBs são garantidos pelo FGC (fundo garantidor de crédito) até o limite de R$ 250.000,00 – por instituição financeira e por CPF. Ou seja, você pode investir até esse limite sem risco de perder o seu dinheiro.

No que preciso ficar atento?

Existem alguma coisa que precisamos ter atenção no momento de adquirir um CDB.

Primeiro, a remuneração do CDB pode ser prefixada ou pós-fixada. No caso de pós-fixado, a taxa mais utilizada é por uma remuneração corresponde a um percentual do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), essa é uma rentabilidade muito próxima a da Taxa Selic. 

Segundo, a rentabilidade do CDB irá variar conforme o valor que será aplicado e o prazo de vencimento do investimento, geralmente quanto maior a quantia investida e maior o prazo de aplicação, maior será a taxa de rentabilidade. 

Vale lembrar que vicie estará emprestando dinheiro para uma Instituição Financeira e está assumindo um prazo para esse investimento, assim, se vicie desejar resgatar esse valor antes desse prazo talvez você não consiga ou irá ter que abrir mão da rentabilidade, tudo vai variar de cada caso.

Nessa questão, vale a pena vicie refletir sobre o quanto em dinheiro e o quanto de tempo você está disposto a investir. Sempre tenha em mente o seu planejamento financeiro quando for adquirir um CDB. Caso você queira adquirir um planejamento financeiro poderosos, acesse aqui!

Por última, lembre que nessa aplicada haverá incidência de imposto de renda. Neste tipo de aplicação, quanto mais tempo você ficar com o investimento, menor fica a cobrança. Inicialmente o IR é de 22,5%, mas depois de 2 anos chega ao mínimo, de 15%, veja abaixo:

Prazo
Taxa
Até 180 dias 22,50%
Entre 181 e 360 dias 20%
Entre 361 e 720 dias 17,50%
Mais que 720 dias 15%

Por onde posso investir em um CDB?

Como você pode imaginar, você pode adquirir um CDB diretamente pelo banco emissor, entretanto cada banco apenas comercializa os seus próprios títulos, o que pode dificultar encontrar CDBs interessantes.

Porém, existe uma forma muito mais fácil para isso. E é investindo através de uma corretora de valores. Através delas você vai poder ver ofertas de diversas instituições sem precisar ter contas em cada uma delas. A corretora é apenas uma intermediadora, e não cobra nadador isso.

Talvez o maior desafio de fazer a aplicação via corretora seja encontrar o CDB com o prazo ideal para o seu caso, mas como as opções são diversas, basta procurar e ficar atento se o valor e prazo são coerentes para você!

Facebook Comments