Economia/Finanças

Ativos Reais VS Ativos Financeiros: entenda a diferença!

Ativos Reais VS Ativos Financeiros

A capacidade produtiva de uma sociedade define sua riqueza material. Em outras palavras, sua riqueza é relativa ao quanto em bens e serviços os membros dessa sociedade conseguem criar.

Esta capacidade de criação dos indivíduos é uma função direta da existência de ativos reais dessa sociedade, tais como a terra, os edifícios, as máquinas e o conhecimento. Ativos reais são aqueles que atribuem valor direto e renda líquida para uma economia.

Ativos financeiros são aqueles que não atribuem diretamente para a capacidade produtiva dessa economia. São eles os valores mobiliários, como ações e títulos público, que não são nada mais que papéis ou, mais provavelmente, dados de computador.

Esses ativos financeiros são meios pelos quais os indivíduos podem assegurar suas reivindicações por ativos reais. Eles são a segurança de retorno da possível renda gerada pelos ativos reais. Você talvez não tenha a capacidade de possuir um polo petroquímico, uma usina hidroelétrica, ou até mesmo uma editora gráfica, mas você pode comprar ações (ativos financeiros)  de empresas que atuem nesses segmentos e, assim, compartilhar os rendimentos derivados da produção de automóveis.

Em contraste com os ativos reais que geram capacidade produtiva, os ativos financeiros são os meios de definir a alocação de renda e riqueza entre os indivíduos existentes na economia em questão. 

Pense assim: Você é um membro de uma sociedade (economia) e escolhe investir sua riqueza em ativos financeiros através da compra de ações. Lembre-se que você está investindo pois escolheu colocar seu dinheiro em um ativo financeiro que poderá gerar retorno futuro ao invés de gastar seu dinheiro agora. 

Através da compra dessas ações, você irá transferir dinheiro para as empresas que irão utilizar esse dinheiro para adquirirem ativos reais, como equipamentos, tecnologia ou mesmo mão de obra. A partir do retorno gerado por esses ativos reais, as empresas podem adquirir maior valor de mercado, valorizando as suas ações. Desta forma, podemos dizer que os retornos dos investidores em ativos financeiros resultam, em última instância, da renda produzida pelos ativos reais que foram financiados pela emissão desses títulos.

Facebook Comments